segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Vibrators com coração de TJets! - 1

Não tenho dúvida que para todos aqueles amantes do slotcar escala HO, a marca Aurora é pedra fundamental e referência para o colecionismo.  Comecei a contar a história desta marca no post: Slot Cars HO da Aurora - 1 (que pretendo continuar assim que sobrar um tempinho...)

Os primeiros carros comercializados sob a marca Aurora foram os cinquentões Vibrators. Para fazê-los andar sobre a pista, estes pequenos carrinhos possuíam um relê que alternando velozmente seu estado, movimentava um tambor raiado solidário ao eixo traseiro.


O efeito era encantador. O som e a velocidade controlada pelos aceleradores individualmente levaram o brinquedo, que originalmente fora idealizado como um complemento ao trem elétrico, ao status solo, começando assim as primeiras competições para saber quem era o mais rápido nestas pequenas pistas.


As vendas aumentaram vertiginosamente mas trouxeram alguns problemas para o pessoal da Aurora. Estes pequenos carros interferiam muito na recepção televisiva da época, trazendo muita dor de cabeça para os pais que recebiam constantes reclamações de vizinhos inconformados em não conseguir assistir seus seriados... Sem contar com a manutenção trabalhosa, desanimando os pequenos, ávidos em competir com seus carrinhos. Era necessário aprimorar o sistema e logo, a Aurora substituiu os "vibradores" pelos "modernos" Thunder Jets 500, que ficaram conhecidos como "motores panqueca" por serem achatados e trabalharem na horizontal.


Voltemos à coleção. O primeiro Vibrator que a Aurora lançou foi o Jaguar XK 140 conversível. Esta carroceria já estava na linha de produção da precursora Playcraft Highways e a Aurora aumentou a linha com novas cores entre 1960 e 1962. Sob o número 1541, este Jaguar reproduz o carro de 1954/5 que atingia nada menos que 200 km/h!


Atualmente é possível obter estes carros no eBay ou em sites especializados em brinquedos antigos na faixa de 15 a 100 USD, dependendo do estado e da cor. Os modelos de cor cinza e de cor preta são os mais raros. Há tempos possuo 3 exemplares: um branco, um azul e outro vermelho. Recentemente arrematei um pequeno lote e chegou mais um branco. Decidi fazer o que muitos hobistas do início da década de 60 faziam: adaptar o chassis do TJet e colocá-lo para andar.


Minha idéia não era de fazer um Tjet qualquer, pensei em fazer um especial de competição utilizando peças de época e acabamento visual de competição com rodas e pneus novos. Acompanhe o levantamento de material:


Começamos com um chassis novo (NOS - New Old Stock) "made Hong Kong". Para colocar um pouco de veneno neste motorzinho, carvões Aurora Speed Parts originais de época, imãs extra fortes (azul e amartelo) que eram obtidos em kits de preparação, bem como o induzido de fio verde. Para diminuir a massa das partes móveis, engrenagens aliviadas tipo relojoeiro (na foto só aparece a "idle"). Tinha pensado em colocar rodas de aluminio e pneus da época para competição mas a bitola e a largura das rodas são exageradas! Optei por rodas MEV e pneus de silicone com faixa branca; são mais realistas e agarram muito bem nas curvas.



Agora só falta testar na pista!


Coloquei meu pequeno XK140 ao lado do XK120 da Ninco para dar uma idéia de tamanho para quem não está acostumado com os HO.

Um comentário:

  1. Parabens pela matéria.
    É de dar agua na boca, e me insentivou neste feriado dar uma repassada nos meus HOs.

    Abs,

    Fernando

    ResponderExcluir